Total de visualizações de página

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Das cartas de São Jerônimo Emiliani a seus confrades




Aos diletíssimos irmãos em Cristo e filhos da Ordem dos Servos dos Pobres. Vosso pobre pai vos saúda e exorta a que persevereis no amor de Cristo e na fiel observância da lei cristã. Foi o que vos ensinei por obras e palavras, enquanto estive convosco, de modo que o Senhor seja glorificado por meu intermédio no meio de vós. O nosso fim é Deus, fonte de todos os bens, e devemos, como repetims em nossa oração, confiar unicamente nele e em mais ninguém. Nosso bom Senhor, querendo aumentar vossa fé (sem a qual, como diz o evangelista, Cristo não pode realizar muitos milagres) e atender vossa oração, decidiu servir-se de vós assim: pobres, humilhados, aflitos, cansados, desprezados por todos, e agora, por fim, privados até da minha presença física, mas não o espírito de vosso pobre e muito amado pai.
Por que vos trata assim, só ele sabe. Podemos, contudo, vos sugerir três motivos: primeiro, nosso bendito Senhor vos adverte que é seu desejo incluir-vos no número de seus filhos queridos, contanto que persevereris em seus caminhos; é assim que faz com seus amigos e os torna santos.
Segundo motivo: ele quer que cada vez mais confieis somente nele e não em outros; porque, como eu já vos disse, Deus não realiza susa obras naqueles que se recusam a colocar somente nele toda a sua fé e toda a sua esperança, mas infunde sempre a plenitude de sua caridade nos que são cheios de fé e de esperança; neles realiza grandes coisas. Portanto, se estiveres repletos de fé e de esperança, Deus fará também em vós grandes coisas e exaltará os humildes. Assim, quando ele vos priva de mim ou de qualquer outro que vós estimais, obriga-vos a escolher entre estas duas coisas: ou vos afastais da fé e voltais às coisas do mundo, ou permaneceis fortes na fé e sois aprovados por Deus.
Ainda há um terceiro motivo: Deus quer prova-nos como o ouro no cadinho. O fogo consome as escórias do ouro, mas o ouro de bom quilate permanece e aumenta de valor. Do mesmo modo Deus procede com o servo bom, que na tribulação permanece firme e espera nele. Deus o eleva e d todas as coisas que abandonou por seu amor, receberá o cêntuplo neste mundo, e a vida eterna no mundo que hé de vir.
É sempre assim que ele trata todos os santos. Foi assim com o povo de Israel, depois de tudo quanto sofrera no Egito: não apenas o retirou de lá com tantos prodígios e alimentou-o com o maná no deserto, vós também permanecerdes firmes na fé contra as tentações, o Senhor vos dará paz e descanso por algum tempo neste mundo, e para sempre no outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Todo o conteúdo destes Blog é livre para uso, até porque o Espírito Santo não cobra 'Direitos Autorais' ”