Total de visualizações de página

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Nossa Terra



Aquecimento Global

Já existem provas cientificas mais do que suficientes para constatar que nosso planeta passa por um rápido processo de aquecimento como resultado direto da ação antropogênica [efeito ambiental de causa humana].
Diversas publicações oferecem bases técnica e cientifica para compreensão das mudanças climáticas. Dentre elas citamos e recomendamos:
Climate Change Infomation Kit, publicado por United Nations Environment Programme (www.unep.org) e United Nations Climate Change Secretariat (www.unfccc.de), outubro de 2001;
Cimate change – scientific background and process, Center for International Climate and Environmental Research, Universidade de Oslo, 1999, (www.cicero.uio.no).
Por muito tempo isto foi convenientemente minimizado, mas está escapando de nosso controle.
Os ecossistemas [conjunto de seres vivos e seu ambiente] estão sob enorme pressão e as mudanças climáticas pioram o problema.
O que é aquecimento global? Em termos mais genéricos podemos dizer que o aquecimento global é o aumento do efeito estufa pela ação humana. O efeito estufa [aquecimento da atmosfera terrestre em razão de gases que retém os raios infravermelhos da luz solar] é um fenômeno natural que mantém as temperaturas médias do planeta, que seria muito mais frio do que o suportável para a vida como conhecemos. O efeito estufa permite que a temperatura média do planeta seja próxima de 15° C. Sem este efeito, a maior parte do calor escaparia para o espaço fazendo com que a temperatura média estivesse em torno de – 15° C.
Nosso planeta já passou por diversas modificações climáticas, sendo que algumas delas causaram extinções maciças. O efeito estufa é um fenômeno natural, assim como as mudanças climáticas que já ocorreram.
Nosso planeta, em termos de longos períodos de tempo, mantém todo o seu sistema bem equilíbrio dinâmico [equilíbrio alcançado num sistema não estático no qual um tipo de atividade é neutralizado ou compensado por uma atividade oposta], de forma que tende a estabilizar-se depois de alguma perturbação ocasional, como a erupção de um vulcão, um terremoto, tsunami, furacão etc.
É importante ressaltar que a compreensão do conceito de equilíbrio dinâmico é fundamental para entendimento dos fenômenos naturais e dos modelos atualmente utilizados para estudos e simulações.
Ao longo da história geológica de nosso planeta intercalam-se períodos glaciais e interglaciais [período entre duas glaciações], como o atual período interglacial já dura cerca de 10 mil anos, sendo um processo cíclico normal. O problema atual está no fato de que a ação humana vem aumentando os chamados gases estufa acelerando um processo de mudanças climáticas que pode alterar gravemente todos os ecossistemas do planeta.
Os gases estufa (gás carbônico, metano, diversos CFC’s – clorofluorcarbonos e óxido nitroso, dentre outros) são assim chamados porque permitem que a luz solar atravesse a atmosfera e impedem que o calor escape para o espaço, da mesma forma que uma estufa. A capacidade de impedir a dispersão do calor depende da concentração destes gases, logo quanto maior a sua concentração maior o aquecimento.

 
Principais Gases Estufa
Dióxido de Carbono – CO2 – 76%
Metano - CH4– 13%
Óxido de Nitroso – N2O – 6%
CFCs – CCI2F2- 5% Contribuições para o efeito estufa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Todo o conteúdo destes Blog é livre para uso, até porque o Espírito Santo não cobra 'Direitos Autorais' ”