Total de visualizações de página

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Hermenêutica bíblica

Bíblia e Revelação

Uma síntese da relação entre a Bíblia e a Tradição Divina em perguntas e respostas
O que é a Revelação?
A revelação é a manifestação que Deus fez aos homens de Si mesmo e daquelas outras verdades necessárias ou convenientes para a salvação eterna.
Onde se encontra a Revelação?
A Revelação - também chamada Doutrina cristã ou Depósito da fé- encontra-se na Sagrada Escritura e na Tradição.
A quem foi confiada a Revelação?
Jesus Cristo confiou a Revelação à Igreja Católica. Por meio de seus Apóstolos, portanto, só a Igreja tem autoridade para custodiá-la, ensiná-la e interpretá-la sem erro.
O que é a Sagrada Escritura?
A Sagrada Escritura é a Palavra de Deus posta por escrito sob a inspiração do Espírito Santo. O conjunto dos livros inspirados é chamado Bíblia.
O que é a Tradição?
A Tradição é a Palavra de Deus não contida na Bíblia, e sim transmitida por Jesus Cristo aos Apóstolos e por estos à Igreja.
Os ensinamentos da Tradição estão contidos nos Símbolos ou Profissões de fé (por exemplo, o Credo), nos documentos dos Concílios, nos escritos dos Santos Padres da Igreja e nos ritos da Sagrada Liturgia.
Quem é o Autor da Bíblia?
O Autor principal da Bíblia é Deus. O autor secundário ou instrumental da Bíblia é o escritor sagrado ou hagiógrafo. Por exemplo, Moisés, o profeta Isaías, São Mateus, São Paulo etc.
O que é a Inspiração bíblica?
A inspiração bíblica é uma graça específica que o Espírito Santo concede, pela qual o escritor sagrado é movido a colocar por escrito as coisas que Deus quer comunicar aos demais homens.
Quais são as propriedades da Bíblia?
As propriedades da Bíblia são:
- A Unidade entre o Antigo e o Novo Testamento, e entre todas as partes de todos os livros.
- A Infalibilidade (não contém erros no que compete à nossa salvação) e a Veracidade (contém as verdades necessárias para nossa salvação).
- A Santidade (procede de Deus, ensina uma doutrina e nos conduz à santidade).
Como a Bíblia é dividida?
A Bíblia se divide em duas partes: Antigo e Novo Testamento. Por sua vez os livros do Antigo e Novo Testamentos se dividem em: livros históricos, didáticos e proféticos. E cada livro é dividido em capítulos e versículos.
O que o Antigo Testamento contém?
O Antigo Testamento contém os livros inspirados escritos antes da vinda de Jesus Cristo. São 46. Os livros históricos do Antigo Testamento são 21: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio (que formam o Pentateuco), Josué, Juízes, Rute, I e II Crônicas, I e II Esdras (o 2º chamado também Neemias), Tobias, Judite, Ester, I e II Macabeus.
Os livros didáticos do Antigo Testamento são 7: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cântico dos Cânticos, Sabedoria e Eclesiástico.
Os livros proféticos do Antigo Testamento são 18: Os quatro Profetas Maiores: Isaías, Jeremias (com Lamentações e Baruc), Ezequiel, Daniel, e os doze Profetas Menores: Oséias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias.
O que o Novo Testamento contém?
O Novo Testamento contém os livros inspirados escritos depois da vinda de Jesus Cristo. São 27. Os livros históricos do Novo Testamento são 5: Os quatro Evangelhos (segundo São Mateus, São Marcos, São Lucas, São João) e os Atos dos Apóstolos.
Os livros didáticos do Novo Testamento são 21: As 14 Epístolas ou Cartas de São Paulo: Romanos, I e II Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, I e II Tessalonicenses, I e II Timóteo, Tito, Filemón e Hebreus.
As 7 Epístolas ou Cartas chamadas católicas são: I e II de São Pedro: I, II e III de São João, a de Tiago e a de São Judas.
O único livro profético do Novo Testamento é o Apocalipse de São João.
O que é o Cânon bíblico?
O Cânon bíblico é o catálogo dos setenta e três livros do Antigo e do Novo Testamentos que formam a Bíblia e que a Igreja declarou como divinamente inspirados.
Em que período foi escrita a Bíblia?
Os livros do Antigo Testamento foram escritos entre o século XV e II antes de Cristo.
Os livros do Novo testamento foram escritos na segunda metade do século I. Os Livros Sagrados foram escritos em princípio em papiro e mais tarde em pergaminho. O papiro é uma planta que abunda no Egito, o pergaminho é uma pele de cabrito que permite escrever nas duas faces.
Originalmente a Bíblia estava em rolos, quer dizer, longas faixas de papiro ou de pele unida nas extremidades a dois bastões em torno a um dos quais girava.
O que é a Hermenêutica bíblica?
A Hermenêutica bíblica é a ciência que trata das normas para interpretar retamente os Livros Sagrados. A Igreja Católica é a única capacitada para interpretar autenticamente (com pleno direito e sem possibilidade de errar) a Sagrada Escritura porque Deus confiou somente a Ela a missão de guardar, ensinar e esclarecer aos fiéis sua Palavra.
Quais outras Bíblias existem?
Além da Bíblia católica, que é a única completa e verdadeira, existem a Bíblia Hebraica e as Bíblias protestantes. A Bíblia Hebraica contém somente trinta e nove livros do Antigo Testamento. Portanto, rejeitam sete livros do Antigo Testamento e todos os do Novo Testamento que formam a Bíblia católica. Os protestantes, por sua vez, admitem somente a "livre interpretação" quer dizer, que cada um dever ler e interpretar a Bíblia à sua maneira, sem necessidade de submeter-se à autoridade da Igreja. As Bíblias protestantes suprimiram alguns livros que estão na Bíblia católica; além dos livros que conservam, modificam algumas palavras para apoiar suas idéias errôneas. Além disso, carecem de notas e comentários, não têm aprovação da autoridade da Igreja; muitas são editadas pelas "Sociedades Bíblicas", algumas dizem: "Versão do original realizado por Cipriano de Valera e C. Reyna"; a maioria delas suprime vários livros do Antigo Testamento (Sabedoria, Judite, Tobias, Eclesiástico, I e II Macabeus, entre outros) e algumas também suprimem livros do Novo (Epístolas de Tiago, de São Pedro e de São João)
Qualquer Bíblia pode ser lida?
Não. Porque pode conter erros doutrinais ou morais. Para evitar esses erros, um católico só deve ler Bíblias com notas e explicações aprovadas pela Igreja Católica, quer dizer, que tenham "Nihil Obstat" e "Imprimatur".
Como ler a Bíblia?
A Igreja recomenda a leitura da Bíblia porque é alimento constante para a vida da alma; produz frutos de santidade, é fonte de oração, grande ajuda para o ensinamento da doutrina cristã e para a pregação. O Concílio Vaticano II "exorta a todos os fiéis com insistência a que, pela freqüente leitura das Escrituras, aprendam a ciência eminente de Cristo" (Constituição Dei Verbum, n. 25). As disposições que se devem ter para ler e estudar a Bíblia são: fé e amor à Palavra de Deus, reta intenção, piedade e humildade para aceitar o que Deus diz. É recomendável ler os Evangelhos diariamente durante alguns minutos. São Jerônimo diz "Leia com muita freqüência as divinas Escrituras; e mais, nunca abandone a leitura sagrada". À luz dos ensinamentos da Igreja, a Bíblia nos permite conhecer o modo de salvar-nos e reconciliar-nos, e isso só pode se dar conhecendo, amando e encarnando a vida de Jesus Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Todo o conteúdo destes Blog é livre para uso, até porque o Espírito Santo não cobra 'Direitos Autorais' ”