Total de visualizações de página

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Divina Misericórdia

Santa Faustina e a Divina Misericórdia
Nasceu na Polónia, a 25 de Agosto de 1905.
Entrou na Congregação das Irmãs de Nossa Senhora da Misericórdia, exercendo várias funções: cozinheira, jardineira e porteira.
Eis a missāo que lhe foi confiada: recordar a verdade sobre o amor misericordioso de Deus, transmitir novas formas de culto à Misericórdia Divina e inspirar um movimento de renovaçāo religiosa no espírito evangélico de confiança absoluta em Deus e da prática das obras da caridade cristā.
Obedecendo ao seu director espiritual, escreveu o Diário onde relata aquilo que Jesus lhe revelou sobre a Miresicórdia.
Faleceu a 5 de Outubro de 1938, em Cracóvia.
Foi beatificada pelo Papa Joāo Paulo II a 18 de Abril de 1993 e canonizada a 30 de Abril de 2000.

1- A IMAGEM: "JESUS, EU CONFIO EM VÓS!"
"Os dois raios representam o Sangue e a Água: o raio pálido significa a Água que justifica as almas; o raio vermelho significa o Sangue que é a vida das almas… Estes dois raios brotaram das entranhas da Minha Misericórdia, quando na cruz o Meu Coração agonizante foi aberto pela lança. Esses raios protegem as almas da ira de Meu Pai. Feliz aquele que habitar ao abrigo desta irradiação, porque a mão da Justiça de Deus não o atingirá". (Diário, 299) (*).
PROMESSAS DE NOSSO SENHOR
"Eu prometo que a alma que venerar esta Imagem não se perderá. Prometo ainda mais: a vitória sobre os inimigos já aquí na Terra, e especialmente à hora da morte. Eu mesmo defenderei essa alma como a Minha própria glória". (Diário, 48).
"O Meu olhar, nesta Imagem, é o mesmo que Eu tinha na cruz. Ofereço aos homens um vaso, com o qual devem vir buscar graças à Fonte da Misericórdia. Esse vaso é esta Imagem com a legenda: "Jesus, eu confio em Vós!". (Diário, 326, 327).


2- FESTA DA MISERICÓRDIA
"Desejo que no primeiro Domingo a seguir à Páscoa se celebre a Festa da Misericórdia" (Diário, 299).
"Quem nesse dia se aproximar da Fonte da Vida, alcanzará o perdão total das culpas e dos castigos". (Diário, 300).
3- PRATICAR A MISERICÓRDIA
Quem quiser receber a Misericórdia de Deus, tem por sua vez, de praticá-la para com o próximo. Jesus disse:
"Mesmo a fé mais forte de nada serve sem obras". (Diário, 742).
"Se a alma não praticar, de um ou de outro modo, a misericórdia, não há-de alcançar a Minha no dia do Juízo". (Diário, 1317).
4- ANUNCIAR A MENSAGEM DA MISERICÓRDIA
"Todas as almas que louvarem a Minha Misericórdia e divulgarem a sua veneração, incitando outras a confiar n’Ela, na hora da morte não sentirão pavor. A Minha Misericórdia defendêlas-á nesse combate final…". (Diário, 1540).
A base da espiritualidade e do apostolado da Misericórdia Divina consiste na confiança filial no Pai Misericordioso e no anúncio do Evangelho da Misericórdia pela palavra e pelo testemunho do amor activo para com todos.
5- ORAÇÃO ÀS TRÊS HORAS DA TARDE - (HORA DA MISERICÓRDIA)
"Às três horas, implora a Minha Misericórdia, de modo especial pelos pecadores". Ao menos durante um momento, concentra-te na Minha Paixão, particularmente no Meu abandono durante a agonia. Esta é a Hora da grande Misericórdia para todo o mundo… Nesta hora, não hei-de recusar nada à alma que Me implore pela Minha Paixão". (Diário 1320).
6- COROA (OU TERÇO) DA MISERICÓRDIA
"As almas que rezarem esta Coroa (Terço) serāo envolvidas pela Minha Misericórdia, durante a sua vida e, de modo particular, na hora da morte". (Diário 754).

COMO SE REZA A COROA?
+ Utilizamos o Terço comun. Em vez de meditar nos Mistérios do Rosário, meditamos na Paixão e Morte de Jesus Cristo por nós.
+ Iniciamos com o sinal da Cruz e rezamos um Pai Nosso e uma Avé-Maria.
+ Segue-se o Credo (ou Símbolo dos Apóstolos):
Creio em Deus Pai todo-poderoso, Criador do Céu e da Terra; e em Jesus Cristo seu único Filho, Nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria; padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos Céus; está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, de onde há-de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo; na Santa Igreja Católica; na comunhão dos Santos; na remissão dos pecados; na ressurreição da carne; na vida eterna. Amen.
+ Rezamos cinco dezenas. Nas contas grandes, em vez do Pai Nosso, rezamos:
"Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e Sangue, Alma e Divinidade do Vosso muito Amado Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, / em expiação dos nossos pecados e dos pecados de todo o mundo".
+ Nas contas pequenas, em vez das Avé Marias, rezamos:
"Pela sua dolorosa Paixão, / tende misericórdia de nós e de todo o mundo".
+ Rezamos deste modo as 5 dezenas, sem dizer o Glória ao Pai…, como no Terço a Nossa Senhora.
+ Depois da quinta dezena, dizemos três vezes:
"Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, / tende piedade de nós e de todo o mundo".

7- ATO DE CONSAGRAÇÃO A JESUS MISERICORDIOSO
Ó Misericordiosíssimo Jesus, infinita é a Vossa Bondade e inesgotáveis os tesouros da Vossa graça. Eu confio inteiramente na Vossa Misericórdia que está acima de todas as Vossas obras. Consagro-me a viver inteiramente no brilho explendoroso de graça e amor que brotaram do Vosso Sagrado Coração na Cruz.
Desejo imitar a Vossa Misericórdia praticando as obras de misericórdia espirituais e corporais, particularmente pela conversão dos pecadores, e dando auxílio, coragem e consolação a todos os que são pobres, infelizes ou doentes. Eu me entrego e abandono totalmente à Vossa Misericórdia, para que cuideis de mim como Vossa pertença e Vossa Glória. Tudo receio da minha fraqueza, mas tudo espero da Vossa Misericórdia. Fazei que toda a humanidade conheça o abismo insondável da Vossa Misericórdia e que ponha toda a sua confiança em Vós e Vos adore para sempre. Amen.
“Jesus, eu confio em Vós!"
***
Eterno Deus cuja Misericórdia é infinita e cujo tesouro de compaixão não tem limites, olhai-nos propício e aumentai a Vossa misericórdia para connosco, para que nos momentos difíceis não desesperemos nem desanimemos mas, com grande confiança, nos conformemos à Vossa Santíssima Vontade, que é o Amor e a própria Misericórdia. (Diário, 950).
"Ó SANGUE E ÁGUA QUE BROTASTES DO CORAÇÃO DE JESUS COMO FONTE DE MISERICÓRDIA PARA NÓS, EU CONFIO EM VÓS!". (Diário, 187).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Todo o conteúdo destes Blog é livre para uso, até porque o Espírito Santo não cobra 'Direitos Autorais' ”