Total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Conhecendo um pouco mais a vida monástica

Termos da Vida Monástica

Absente – Ausente

Absolto – Absolvido

Acólito – O que acompanha. O que ajuda. Pessoa que tem a graduação eclesiástica desse nome.

Ajudador – Que ajuda, auxilia.

Almofia – Grande escudela de barro ou metal; alguidar para espinhas ou lavar as mãos.

Alva – Vestimenta eclesiástica, de pano branco.

Amicto – Véu branco que os sacerdotes colocam sob a alva, em redor dos ombros.

Aquentar – Aquecer, dar calor.

Arqueiro – Tesoureiro. O que guarda a arca do dinheiro.

Arrátel – Peso antigo, que equivale a 459 gramas.

Artículo – Juntura dos ossos. Falange dos dedos.

Asperges – Aspersão com água-benta. Momento em que, nos ofícios religiosos, se asperge água-benta. Antífona que se canta antes da missa, durante a aspersão da água-benta.

Azemel
– Almocreve. Aquele que tem por ofício conduzir bestas de carga. Recoveiro. Carregador.

Bentinho
– Peça de vestuário, de pano de lã branca, que era usado pelos freires, junta com o hábito, como símbolo de obediência ao Mestre e à regra.

Boceta – Caixinha de pau ou papelão.

Brandão – Tocha, vela grande de cera.

Breve – Carta ou rescrito pontifício, que contem declaração ou resolução que não é de interesse geral da igreja. Nota musical que vale duas semi-breves, ou semínimas.

Bufete – Aparador. Mesa em que se colocam objetos necessários para um função.

Caceta – Vaso crivado.

Calceário – O responsável pelo fornecimento e fabricação do calçado.

Calefator – Aparelho para fazer cozer os alimentos com economia de combustível. Aparelho de aquecimento. Calefatório.

Calendas – Primeiro dia de cada mês.

Camouço – Cogulo; montão.

Capelo – Capuz de frades.

Capula – Taça (latim)

Cartoeiro – O mesmo que cartulário; arquivista.

Casula – Vestimenta sacerdotal que se põe sobre a alva e a estola.

Cercilho – Coroa, Tonsura larga e redonda que usavam os frades.

Cerieiro – Aquele que trabalha em cera.

Cisco – Pó do carvão ou miudezas de carvão. Lixo.

Clamador – Gritador.

Claustra – Claustro.

Cógula – Túnica larga de alguns frades. Casula.

Cogulo – Porção que ultrapassa as bordas da medida.

Colação – Refeição ligeira.
Completas – Últimas horas canônicas dos ofícios litúrgicos, recitadas pelos sacerdotes depois da refeição do anoitecer.

Corporal – Pano em que o sacerdote coloca o cálice e a hóstia, no altar.

Cote – Vestuário.

Credência – Espécie de aparador, ou pequena mesa, em que se colocam as galhetas e outros utensílios da Missa e ofícios divinos, junto do altar. Mesa em que, nas antigas basílicas, se recebiam as ofertas dos fieis.

Dalmática – Paramento, que os diáconos e subdiáconos vestem sobre a alva.

Domário – Sacerdote que celebrava a missa no oficio de defuntos e presidia a esse oficio.

Domairaria – Os que tratam dos ofícios de defuntos.

Dominga – Domingo em linguagem eclesiástica.

Eça – Cenotáfio, túmulo honorífico.

Emendador – Corretor; o que emenda.

Endoenças – Dores e tormentos dos mártires de Jesus.

Enramar – Cobrir, ornar de ramos.

Escabelo – Banco comprido e largo, de assento móvel, e que constitui ao mesmo tempo uma caixa, a que serve de tampa e assento. Pequeno banco para descanso dos pés.

Escapulário
– Tira de pano, que os frades de algumas Ordens usavam sobre os ombros, pendente sobre o peito. Bentinho.

Esconsa
– Oculta, escondida.

Esteirão – Esteira grossa de esparto.

Estola – Tira de seda, que se alarga nas extremidades, que os sacerdotes põem aos ombros, entre a alva e a casula, ou por cima da sobrepeliz.

Ferial – Não festival.

Gomil – Jarro de deitar água nas mãos.

Gradual – Verso que se canta depois da epístola da Missa.

Gualdrapa – Manta que se põe na sela quando se cavalga de meias.

Hissope – Varinha de madeira com pelos numa extremidade, ou haste de metal terminada por uma esfera cheia de orifícios, que serve nas igrejas para fazer aspersões de água-benta.

Invitatório – Verso por onde começam as matinas.

Laudabilidade – Qualidade daquilo que é digno de louvar.

Laudas – Louvores.

Lavadeiro – O que lava a roupa.

Lavadura – Água com que se lavou a louça.

Lavatório
– Ato de lavar. Purificação. Água que os católicos bebem depois da comunhão.

Lucerna – Candeia.

Lucernârio – Oficio da noite, celebrado à luz de lâmpadas.

Martirológio – Rol ou catálogo de mártires.

Manípulo – Espécie de pequena estola, que pende do braço esquerdo do sacerdote, quando este diz missa.

Ministra – Roda por onde passava comida, da cozinha para o refeitório, nos conventos.

Matinas – Primeira parte do oficio divino, que os padres rezam. Também chamadas vigílias ou oficio noturno, que se reza ou canta de noite, na vigília das grandes festas religiosas, especialmente no Natal.

Murça – Vestidura de cor, em forma de cabeção, usada pelos cônegos, em cima de sobrepoliz.

Noa – Hora do ofício divino.

Oitavário – Espaço de oito dias nas solenidades da igreja.

Olanda – Lençaria fina.

Palio – Insígnia pontifical dos arcebispos; sobre-céu portátil, com varas, que serve, nas procissões.

Patena – Lâmina de metal, um pouco convexa, sobre a qual é colocada a hóstia, na missa.

Penitenciário – Penitencial. Aquele que impõe penitência ou castiga o penitente. Padre ou frade que era confessor em certas igrejas ou capelas.

Pichel – Vasilha para onde se tira vinho, das pipas ou tonéis. Cântaro Pequeno. Pequeno vaso antigo, geralmente de estanho, para beber vinho.

Plaino – O mesmo que plano.

Planeta – Casula.

Pluvial – Capa de asperges.

Pontifical – Capa comprida, que se usa na celebração de certas cerimônias religiosas. Livro que contem os ritos, destinados a serem observados por Pontífices ou Bispos.

Prima
– Hora canônica, que corresponde às 6 horas da manhã.

Processional – Em procissão.

Processionário – Livro com as preces das procissões.

Proêmio – Introdução, prefácio.

Propínqua – Próxima.

Propinquidade – Proximidade.

Propínquo – Chegado, vizinho, ao pé, próximo.

Psalmo – O mesmo que salmo. Cântico de louvor a Deus.

Psaltério – Livro dos salmos.

Quedo – O mesmo que quieto. Que não tem movimento. Tranquilo. Demorado.

Quitar
– Tornar quite. Desobrigar. Ser dispensado de fazer alguma coisa. Deixar.

Rasoura – Tudo o que nivela, arrasando ou desbastando. Tudo o que iguala. Ato de cortar rentes os cabelos, ou de os raspar à navalha.

Refeiçoar – Tomar uma refeição.

Refeitoreiro – O que cuida do refeitório.

Rogações – Preces públicas. Ladainhas.

Salseira – Vasilha em que se servem molhos, à mesa.

Sanguinho – Pano com que o sacerdote limpa o cálice.

Sapa – Tampa ou testo de panela ou de outro vaso culinário.

Saragoça – Pano de lã.

Secreta – Oração que o celebrante da missa diz em voz baixa, antes do prefácio. O mesmo que latrina.

Septuagésima – Terceiro domingo antes do primeiro da Quaresma.

Sobrepeliz – Espécie de pequeno manto branco, com ou sem mangas, que os clérigos usam sobre a batina.

Têmporas – Os três dias de jejum, que há numa semana, em cada estação do ano, segundo o rito católico.

Terça
– Uma das horas canônicas.

Tercenário – Beneficiado em terça parte das benesses.

Tonsura – Coroa do clérigo. Prima tonsura: cerimônia religiosa, em que o prelado dá um corte no cabelo do ordinando, ao conferir-lhe ordens menores.

Tunicela – Vestimenta episcopal.

Tuniquete – Túnica pequena.

Turibulário – Quem agita o turíbulo para incensar.

Turiferário – Que, ou aquele que leva o turíbulo, nas cerimônias da Igreja.

Vésperas – Uma das horas canônicas que se reza de tarde. As vésperas compreendiam as orações que se rezavam ao pôr-do-sol, e correspondiam às seis horas da tarde, no tempo dos equinócios (hora duodécima).

Versiculário – O que responsável pela leitura dos versículos.

Versículo – Subdivisão pequena de artigo; parte do responsório nas horas canônicas.

Vestidura – Vestido, veste.

Violado – Da cor das violetas. Arroxeado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Todo o conteúdo destes Blog é livre para uso, até porque o Espírito Santo não cobra 'Direitos Autorais' ”