Total de visualizações de página

domingo, 10 de abril de 2011

Como Caminhará o Mundo?
A crise econômica mundial fará cair numa situação de pobreza extrema 53 milhões de pessoas e causará nos próximos cinco anos a morte de mais de um milhão de crianças. Porém, até o ano de 2015, o número de pobres no mundo inteiro, isto é, daqueles que vivem com menos de $ 1,25 dólares por dia, reduzir-se-a a metade com relação às previsões do ano de 1990, quando a média era de um dólar per capita. Estes dados foram publicados num Relatório realizado pelo FMI e o Banco Mundial, que avalia a realização dos Objetivos do Milênio estabelecidos pelas Nações Unidas no ano 2000.
A crise econômica mundial no período de 2008-2009 e a subida dos preços dos alimentos que a precedeu tem e continuar a ter conseqüências devastadoras para a população mundial. Aproximadamente 1 milhão de pessoas devem ainda enfrentar dificuldades para conseguir alimentos. E as faixas mais débeis da população, sobretudo, a das crianças e das mulheres grávidas, correm perigo de morte:”A crise financeira teve grande impacto externo para populações mais pobres”, segundo Relatório: “Os efeitos poderiam ter sido ainda piores se nos países em desenvolvimento as instituições não tivessem melhorado”.
O Relatório sobre “Objetivos do Milênio” foi apresentado em Washington por Murilo Portugal, vice-diretor do FMI, e economista chefe do Banco Mundial, Justin Yuf. O “Global Monitoring Report 2010” analisa a situação dos “ Objetivos do Milênio” em vista da crise.
Segundo a maioria dos 'experts', os Oito Objetivos, fruto de um acordo conseguido no decorer do ano 200o, não poderão ser alcançados no tempo preestabelecido. Em particular, o Objetivo do Milênio de reduzir nos países pobres em desenvolvimento, a mortalidade infantil da taxa de 34 crianças em cada mil parace muito pouco provável; esta taxa, dizem os analistas, será estabelecida no ano de 2015 em 68 crianças em cada mil.

(Fonte: L'Osservatore Romano – 25 de Abril de 2010)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Todo o conteúdo destes Blog é livre para uso, até porque o Espírito Santo não cobra 'Direitos Autorais' ”