Total de visualizações de página

sexta-feira, 11 de março de 2011

Para Meditar na Quaresma



Jeremias – 5,14
Por isso, assim diz o SENHOR, o Deus dos exércitos: “Já que disseram uma coisa dessas, aqui estou para fazer que minha palavra seja um fogo em tua boca e sejam eles a lenha que vai queimar!




Jeremias – 23, 1-40
1.“Ai dos † governantes, pastores que destroem e dispersam o rebanho da minha pastagem! — oráculo do SENHOR. 2. Por isso, assim diz o SENHOR, o Deus de Israel, contra os pastores: Vós, que governais meu povo, dispersastes minhas ovelhas, expulsaste-as e delas não cuidastes. Pois agora sou eu quem vai cuidar de vós, pedir contas da maldade que praticastes — oráculo do SENHOR. 3. Eu mesmo vou reunir o resto de minhas ovelhas de todos os países para onde as expulsei. Vou trazê-las de volta para sua morada onde vão crescer e se multiplicar. 4. Colocarei à frente delas pastores que delas cuidem de tal modo que nunca mais passem medo ou susto, nem precisem ser contadas — oráculo do SENHOR. 5. Um dia chegará — oráculo do SENHOR —, quando farei brotar para Davi um rebento justo! Ele reinará de verdade e com sabedoria, porá em prática no país a justiça e o direito. 6. Naquele dia, Judá estará a salvo e Israel vai se deitar confiante. E o nome que lhe darão será SENHOR-Nossa-Justiça! 7. É por isso que um dia há de chegar — oráculo do SENHOR —, quando ninguém mais há de jurar ‘pelo Deus que tirou do Egito os filhos de Israel’, 8. e, sim, ‘pelo Deus que, para que viessem morar no próprio chão, fez subir e conduziu a descendência da casa de Israel da terra do norte e de outros países’ para onde eu os expulsara”. 9. Sobre os profetas. Sinto o coração esmagado no peito, os ossos desconjuntados, pareço um bêbado, embriagado de vinho. Mas é por causa do SENHOR e de sua santa palavra.   10. O país está cheio de adultérios! Diante da maldição o país chora, secam as pastagens dos campos. A estrada deles é a maldade, sua força, a injustiça.   11. “Até o profeta e o sacerdote foram contaminados, até na minha Casa encontro os seus crimes — oráculo do SENHOR.   12. Por isso mesmo o caminho deles será escuro e escorregadio, empurrados para as trevas, nelas cairão. Estou trazendo-lhes a desgraça, o ano do acerto de contas, — oráculo do SENHOR.   13. Entre os profetas de Samaria vi coisas absurdas: profetizam por Baal, desorientando o meu povo de Israel.   14. Entre os profetas de Jerusalém o que vi foi horrível: praticam adultério, vivem na mentira. Apóiam o agir de gente criminosa, de modo que ninguém mais se afaste da perversidade. Para mim, são iguais a Sodoma, seus cidadãos, iguais a Gomorra”.   15. Por isso, assim diz o SENHOR contra os profetas: “Farei logo que eles comam absinto e bebam água envenenada, porque foi dos profetas de Jerusalém que saiu o contagio para todo o país.   16. Assim diz o SENHOR dos exércitos: Não deis atenção às palavras desses profetas! Quando profetizam para vós, estão enganando. As visões que anunciam vêm de sua cabeça, não da boca do SENHOR!   17. A quem me despreza eles dizem: ‘Falou o SENHOR: haverá paz para vós! ’ E, a quem vive seguindo a maldade do próprio coração: ‘Nenhuma desgraça cairá sobre vós! ’   18. Pois quem assistiu alguma vez as deliberações do SENHOR? Quem viu e ouviu o que ele dizia? Quem prestou atenção e entendeu o que ele falava?   19. Eis aí a tempestade do SENHOR! Irrompe o furor! Desaba o temporal! E vem cair sobre a cabeça dos malvados.   20. Não recuará a ira do SENHOR, enquanto não realizar, enquanto não executar aquilo que planejou. Nos últimos dias tudo entendereis perfeitamente.   21. Eu não mandei esses profetas, mas eles vão correndo, nada falei com eles, e eles profetizam assim mesmo!   22. Se acaso tivessem assistido minhas deliberações, teriam levado o meu povo a ouvir minha palavra e o povo teria recuado do mau caminho, teria deixado o mal que praticava.   23. Será que sou Deus só de perto — oráculo do SENHOR, de longe não sou Deus?   24. Pode alguém ocultar-se em algum lugar onde eu não possa vê-lo? — oráculo do SENHOR. Acaso não sou eu quem ocupa todo lugar tanto no céu, como na terra? — oráculo do SENHOR.   25. Ouço o que dizem esses profetas que, usando meu nome anunciam mentiras, dizendo: “Sonhei! Sonhei!”   26. Até quando estará na cabeça desses profetas profetizar mentiras e trapaças de sua imaginação?   27. Com os sonhos que contam uns aos outros querem fazer meu povo esquecer o meu nome. Assim como seus pais, por causa de Baal, também eles me esqueceram.   28. O profeta que teve um sonho, conte-o, o profeta que tem minha palavra, proclame-a fielmente! Que tem a palha a ver com o grão? — oráculo do SENHOR. 29. Será que minha palavra não é como fogo — oráculo do SENHOR —, ou marreta de quebrar pedras?   30. Por isso aqui estou contra os profetas — oráculo do SENHOR —, que roubam minha palavra uns dos outros.   31. Aqui estou contra os profetas — oráculo do SENHOR —, a quem basta usar a língua, para dizer: “É um oráculo!”   32. Aqui estou contra os profetas de sonhos mentirosos — oráculo do SENHOR —, que contam esses sonhos e desorientam o meu povo com suas mentiras e arrogância. Pois não fui eu quem os enviou, nem lhes dei qualquer ordem, e eles nenhuma serventia têm para este povo — oráculo do SENHOR.   33. Se essa gente, seja profeta, seja sacerdote, te perguntar: ‘Qual é a carga do SENHOR? ’, responderás: A carga sois vós! E vou jogá-la fora — oráculo do SENHOR.   34. Se profeta, sacerdote ou alguém do povo disser: ‘Carga do SENHOR! ’, virei cobrar dele e da sua família. 35. A maneira de falar uns com os outros será esta: ‘Qual é a resposta do SENHOR? ’ ou ‘Que diz o SENHOR? ’ 36. A expressão ‘carga do SENHOR’ nunca mais devereis lembrar. A palavra de cada um será a própria carga, pois corrompestes a palavra do Deus vivo, o SENHOR dos exércitos, nosso Deus. 37. É assim que deverás dizer ao profeta: ‘Que resposta te deu o SENHOR? Qual foi a mensagem do SENHOR? ’ 38. Se usardes a expressão ‘carga do SENHOR’, assim diz o SENHOR: Já que falastes ‘carga do SENHOR’, quando eu vos tinha proibido o uso desta expressão, 39. aqui estou para carregar-vos como um peso e jogar-vos fora, longe da minha presença, com a cidade que eu tinha dado a vós e a vossos pais. 40. Sobre vós colocarei vergonha e fracasso intermináveis e inesquecíveis”.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Todo o conteúdo destes Blog é livre para uso, até porque o Espírito Santo não cobra 'Direitos Autorais' ”