Total de visualizações de página

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Elias e o Junípero - Uma lição de fé e obediência



Então surgiu o profeta Elias como um fogo, e a sua palavra queimava como tocha. Fez vir contra eles a fome e, por causa de seu zelo, os reduziu a pequeno número. Por ordem do Senhor, ele fechou o céu e, por três vezes, fez descer o fogo. Elias, como você se tornou famoso com seus prodígios! Quem pode orgulhar-se de ser igual a você? Você fez um homem se levantar da morte e sair do mundo dos mortos, por ordem do Altíssimo. Você levou reis à ruína e tirou do leito homens ilustres. Você ouviu censuras no Sinai e decretos de vingança no Horeb. Você ungiu reis como vingadores, e profetas para lhe sucederem. Você foi arrebatado num turbilhão de fogo, num carro puxado por cavalos de fogo”. (Eclo 48,1-9)
Elias ficou com medo e, para salvar sua vida, partiu. Chegou a Bersabéia de Judá e ali deixou o seu servo.
Depois, adentrou o deserto e caminhou o dia todo. Sentou-se, finalmente, debaixo de um junípero e pediu para si a morte, dizendo: “Agora basta, Senhor! Tira a minha vida, pois não sou melhor que meus pais”.
E, deitando-se no chão, adormeceu à sombra do junípero. De repente, um anjo tocou-o e disse: “Levanta-te e come!”
Ele abriu os olhos e viu junto à sua cabeça um pão assado na pedra e um jarro de água. Comeu, bebeu e tornou a dormir.
Mas o anjo do SENHOR veio pela segunda vez, tocou-o e disse: “Levanta-te e come! Ainda tens um caminho longo a percorrer”. I Reis 19, 3-8



Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Todo o conteúdo destes Blog é livre para uso, até porque o Espírito Santo não cobra 'Direitos Autorais' ”